fbpx
Prerrogativas do Advogado - Pela ordem

Prerrogativas do Advogado – Pela ordem

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

     

Autores: PROADV ACADEMY E FEDERAL LAW

O professor Domingos Sávio Zainaghi, neste artigo esclarece um pouco mais sobre as prerrogativas do advogado e explica quando é que ele pode utilizar a expressão “Pela ordem” em audiências e julgamentos. Confira abaixo:

“O advogado possui várias prerrogativas e uma delas é de usar a palavra durante julgamentos, seja de primeira instância ou nas instâncias superiores. E uma prerrogativa muito importante para nós advogados, é aquela que está no Art°7, inc. X, do nosso estatuto, que é a utilização da palavra “pela ordem” para levantar qualquer equívoco que esteja ocorrendo durante uma audiência ou julgamento”.
A intervenção “pela ordem” deve ser sumária para esclarecer ao julgador que está ocorrendo um equívoco naquele momento, ou seja, no ato processual que, geralmente, é uma audiência.
“Assim, a expressão “pela ordem” deve ser pedida apenas quando há equívoco. E em situações em que a palavra pertence ao advogado no ato processual, não é necessário pedir a palavra. Um exemplo desta situação é quando você vai fazer perguntas”. – Comenta o professor.

Quer entender um pouco mais sobre temas como esse e outros assuntos importantes do Direito? Continue acessando nosso blog e conferindo sua caixa de e-mail.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Deixe um comentário

Comments 1

  1. Christiano F. Lima says:

    Muito bom, professor! Contudo, ainda há magistrados que insistem em dizer que o advogado “já fez o uso da palavra” ou que “o momento já passou” …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2019 – All Rights Reserved – PROADV by IMPACTA

Entre em contato

× Como posso te ajudar?